Copa do mundo dispensa comprovante de vacinação mas exige teste de Covid-19

O mundial de Qatar 2022 esta chegando, e, quem viaja para o país árabe pode ir colocando atenção em tudo o que precisa para entrar no território. Tem requisitos comuns, como o resto do mundo, e outros que foram mudando pela pandemia do covid-19.

Não será mais exigido o comprovante de vacinação contra a Covid-19 dos torcedores, mas eles vão precisar apresentar o teste negativo para o vírus realizado 48 horas antes da chegada ao país, ou um teste rápido feito 24 horas antes.

Passaporte em mãos é óbvio, mas não custa lembrar. Assim como o voo de volta, a reserva da hospedagem, uma declaração juramentada e um formulário de compromisso e reconhecimento para assinar antes da chegada. Além disso, um seguro de viagem é uma boa opção, sobretudo após a pandemia do Covid-19.

Para transitar pelo Qatar, principalmente em locais fechados, será necessário realizar o download do aplicativo chamado Ehteraz. Esse aplicativo é um sistema em que aparecem os dados importantes de cada visitador. A ideia é que o aplicativo avise se tem alguém com Covid por perto.

“Um Ehteraz verde, indicando negativo para Covid-19, será exigido para entrar em qualquer lugar público fechado” afirmou a organização da copa.

“As pessoas que chegarem no Qatar não terão que fazer quarentena, independentemente da situação de vacinação ou seu país de origem”, expressaram os organizadores oficialmente.

Assim, todos os visitantes maiores de seis anos que cheguem a Doha, deverão apresentar o PCR negativo no aeroporto. Deixando esclarecido que o autoteste de antígenos não são validos para os viajantes.

Foi estabelecido que o uso de máscaras será obrigatório nos transportes públicos e nos estabelecimentos de saúde. E se alguém se contagiar devera ficar isolado durante cindo dias, e usar máscara por mais 5 dias após o isolamento.

Leia também sobre a Torre humana que chegou a 13 metros e venceu a competição na Espanha

Deixe um comentário