Como começar a correr: 8 dicas práticas para iniciantes

Não é novidade que a corrida pode gerar diversos benefícios à saúde, físicos e mentais, além de ser um exercício fácil de aprender e prático de incluir na rotina. Ganhos de condicionamento físico, alivio do estresse, controle do peso, melhora o funcionamento cardiovascular, entre muitos outros.

Para os iniciantes, saber como começar a correr é uma dúvida frequente, mas que pode ser solucionada com dicas efetivas. Então, se você quer sair da caminhada e alcançar a corrida, este artigo é perfeito para te motivar. Confira a seguir as melhores dicas para iniciar na corrida de forma eficiente!

1. Faça uma avaliação médica

É importante fazer uma avaliação médica antes de iniciar as atividades físicas, principalmente se você for sedentário. Procure um médico para fazer uma consulta e exames e assim verificar se você esta apto para praticar exercícios físicos. Em alguns casos, pode ser necessário um acompanhamento médico.

2. Respeite seus limites

Muitas vezes, é tentador querer correr o mais rápido possível logo de primeira, mas isso só vai te fazer cansar mais rápido, e pode até gerar lesões. Então, comece aos poucos, principalmente se você for iniciante, realizando mais tempo de caminhada do que correndo.

Comece com uma caminhada, vai torna-a mais rápida, comece a correr com baixa intensidade por pequenos intervalos, volte para caminhada, e continue o ciclo. Vá aumentando a intensidade gradualmente, conforme seus limites. Um profissional de educação física pode te ajudar a criar um plano de treinos para você seguir adequadamente, auxiliando na sua evolução.

3. Preze por equipamentos adequados

Já falamos que é um esporte fácil de incluir na rotina, e isso se deve também por utilizar poucos equipamentos. Considere adquirir os seguintes itens para iniciar na corrida:

  • Tênis adequado para corrida: Precisa ser um par de tênis que seja específico para corrida, que são os mais indicados para quem esta decidido a praticar o esporte. São opções que te auxiliam na sua performance e proporcionam mais conforto para correr, por contem amortecedores e tecnologias com esse objetivo. Procure em lojas especializadas e obtenha produtos de boa qualidade.
  • Roupas específicas para corrida: Também no mesmo intuito do tênis, é para proporcionar melhor desempenho e conforto, sem ficar prejudicando ou incomodando durante os treinos. São roupas mais leves, com tecidos tecnológicos que deixam a pele respirar e mantém uma temperatura adequada do corpo. Pode ser: camisetas, regatas, tops, calças legging, shorts, jaqueta, etc. O uso de boné, para se proteger do sol, também é indicado.
  • Monitor de frequência cardíaca: é uma ferramenta que ajuda a monitorar a frequência cardíaca, e pode ser muito interessante para aquelas pessoas que possam precisar de dar atenção a este aspecto. Há modelos de relógios que possuem também um GPS, na qual ajuda a criar rotas mais adequadas para a corrida. E ainda, podem possuir várias informações extras, como as calorias gastas, quilometragem, etc.

4. Defina metas e faça um plano

Nesta dica, a ajuda de um educador físico pode ser essencial para criar objetivos palpáveis e adequados. É importante ter metas para manter a consistência e a motivação. A partir disso, cria-se um plano detalhado para alcançar este objetivo, com todos os dias de treino, os tipos de treino, tempo, quilometragem, local, e tudo mais que precisar.

5. Realize o fortalecimento muscular

É fundamental para evitar lesões e dores, e pode ajudar a melhorar o seu rendimento nos treinos. Realize treinos de musculação específicos para fortalecer as regiões do corpo que são mais utilizadas durante a corrida, com regularidade e adequadamente.

6. Cuide da alimentação e da hidratação

Para obter os diversos benefícios é essencial ter uma alimentação balanceada e nutritiva, com variados alimentos naturais, como verduras, legumes e frutas. Assim, você consegue fornecer nutrientes essenciais para a manutenção da saúde.

E não se esqueça de hidratar-se bem diariamente, dando atenção especial nos dias mais quentes. Prefira água para promover uma boa hidratação, porém dependendo da duração e da intensidade da atividade, pode ser necessário outros líquidos, como água de coco, sucos e isotônicos.

7. Treine em diferentes ambientes

O importante é não arrumar desculpa para não treinar. Então, pratique a corrida onde for mais prático para você, seja na rua, academia ou na casa. É interessante variar um pouco para não enjoar sempre do mesmo ambiente. Outro ponto, é que na rua pode demandar mais esforço e atenção. Veja as vantagens:

  • Correr na rua: É uma alternativa repleta de estímulos sensoriais diferentes, como o solo, cheiros, sons, sol, etc. Também é mais eficiente para combater o stress, além de poder de trabalhar com mais intensidade o desempenho. O gasto calórico pode ser maior, já que vários fatores externos podem atuar durante o treino, como diferentes elevações do solo, umidade, entre outros.
  • Correr na esteira: Na esteira é possível controlar velocidade, oscilações, inclinações e distâncias. E também não precisa se preocupar com buracos ou deformações da pista, automóveis, entre outros. Tem o fato que a esteira absorve parcialmente o impacto, sendo uma alternativa para os iniciantes que não possuem um bom fortalecimento muscular.

8. Crie uma playlist

A música pode te ajudar a relaxar, te animar para finalizar o treino, como também a lidar com suas dificuldades. Para não te atrapalhar durante a corrida, opte por um player musical pequeno e fones de ouvidos sem fio. E aproveite!

Essas são as dicas de ouro para você iniciar na corrida. Planeje-se e comece já a praticar essa atividade física tão prazerosa. Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos para que eles possam também começar a correr! Até porque, em grupo é muito melhor!

Deixe um comentário